I wanna be your last first kiss

December 13, 2008 § Leave a comment

Ele: me diz alguma coisa

Ela: o que?

Ele: algo que tu nao deveria dizer

Ela: eu te amo, pra sempre.

Aos que amam,

Amar fede. Se apaixonar eh lindo e maravilhoso ate perceber que nao presta pra porcaria nenhuma. Alias, presta sim, pra doer. Pra irritar. Pra que depois que tudo de bom passou (porque vai passar, sempre passa), tu ficar te lamentando e chorando pelos cantos e reclamando da vida. Todo mundo faz isso, nao tem escapatoria. Claro, eh bom se apaixonar, eh bom te doar pra alguem, eh bom saber que alguem te ama e eh bom amar alguem com tudo que tu tem, mas isso acaba. Sempre acaba.

E quando acaba tu fica com memorias, sentimentos e quem sabe mensagens no celular ou fotos. Que no fundo acabam sendo nada. Nao adianta acreditar que as pessoas ficam juntas pra sempre, nao adianta acreditar que o amor perdura as diferencas e as distancias e qualquer outra porcaria, porque nao perdura porra nenhuma. Alias, nada perdura, tudo eh efemero. As pessoas sao efemeras. Sentimentos deveriam ser efemeros, deveriam poder ser controlados, deveriam poder ser apagados com um clique de ligar/desligar. Deveria se poder dar um soco na cara de quem se quer dar, ou xingar ate nao poder mais. Ou eh melhor perceber que nao adianta fazer porra nenhuma dessas porque nao vai mudar absolutamente NADA. As pessoas vao continuar fazendo coisas e nao vao levar em conta os sentimentos dos outros, alias, por que deveriam? Elas vao continuar vivendo a vida delas. Elas vao te esquecer. Elas SEMPRE vao te esquecer. Elas vao te ignorar depois de um tempo. Elas vao arranjar outra pessoa pra amar tanto quanto te amaram, nao deixando abertura pra discutir o quao de amor foi isso. Elas vao ter apelidos carinhosos com a outra pessoa. Elas vao marcar coisas. Elas vao ver filmes e ouvir musicas com essa pessoa que elas ouviram/viram contigo. Elas vao fazer coisas que voces fizeram juntos com essa pessoa. Elas vao te decepcionar, sempre. 

E de que adiantou todo o resto? De que adianta uma historia de amor que acaba em nada? Nada.

Amar eh desejar coisas impossiveis. 

Ah, como eu queria ser futil e frivola. Como eu queria poder sair pegando qualquer um que aparecesse na minha frente. Como eu queria ter um controle imenso sobre os meus sentimentos. Como eu queria ser diferente do que eu sou. Como eu queria nao ter etica nenhuma. Como eu queria nao ter escrupulos. Como eu queria ter sexo sem sentido com pessoas desconhecidas e ter certeza de que isso eh suficiente pra ser feliz. Como eu queria nao cativar pensamentos romanticos sobre futuros inexistentes. Como eu queria realmente ter um coracao gelado.

Tagged:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading I wanna be your last first kiss at "He didn't discover the world and it's people, he created them.".

meta

%d bloggers like this: